A prevenção e o diagnóstico precoce são a melhor maneira de lidar com o câncer. No caso dos tumores oculares não é diferente. Os cânceres nos olhos podem surgir em qualquer idade e desenvolver-se em qualquer estrutura — globo ocular, órbita, pálpebras, glândulas lacrimais, nervo óptico, córnea, conjuntiva e outras estruturas anexas.

Felizmente, quanto mais precoce o diagnóstico maiores as chances de preservar o olho e a visão. Mas, para isso, as consultas regulares com o oftalmologista são essenciais. Mesmo porque os sintomas do problema dependem da localização do tumor e são comuns a outras doenças oculares.

Quais os tipos de tumor ocular?

Nas crianças, alguns tipos de tumor são:

Retinoblastoma

Câncer que começa na retina e pode apresentar alteração do reflexo da pupila. Geralmente, mostra-se como um reflexo branco, como o olho de um gato. Mas é importante lembrar que, em alguns casos, os pais não percebem alteração alguma e o diagnóstico é feito na consulta oftalmológica.

Hemangioma capilar

É um tumor dos vasos sanguíneos que se caracteriza por uma mancha vermelha na face e pálpebras.

Durante a vida adulta, alguns dos cânceres oculares mais comuns são:

Melanoma

Pode desenvolver-se no globo ocular, na íris, na úvea e na conjuntiva, causando manchas escuras que crescem gradativamente. Este tumor é um dos tumores oculares com maior índice de morbidade e deve ser tratado corretamente o quanto antes.

Linfoma não Hodgkin

Um tipo de linfoma — câncer do sistema linfático — que pode surgir nos olhos.

Cânceres orbitais e anexiais

A órbita é formada pelos tecidos que circundam o globo ocular, assim como pelos músculos e nervos. As lesões nessas estruturas podem causar alteração na posição das pálpebras, na forma como o olho se move na órbita e o deslocamento do globo ocular.

Como é o tratamento?

O tratamento vai depender da localização, tipo e extensão do câncer. Pode ser realizada cirurgia para retirada do tumor ou mesmo de todo o olho, a chamada enucleação. Além disso, é possível realizar quimioterapia por meio de colírios, tratamento com laser e braquiterapia — implantação temporária de uma placa radioativa no olho doente. Existem ainda os recursos convencionais de radioterapia e quimioterapia venosa e oral.

Fatores de risco e prevenção

Alguns fatores de risco são comuns a todos os tipos de câncer, como tabagismo, idade e histórico familiar. No caso dos tumores oculares, também podem influenciar o desenvolvimento da doença: cor dos olhos, raça, gênero, presença de doenças oculares hereditárias e exposição ao sol.

Como os sintomas dependem da localização do tumor e assemelham-se aos sinais de vários outros problemas de visão, é preciso consultar-se regularmente com um oftalmologista. Para exemplificar, podem ser sintomas de tumores oculares perda de visão, manchas e pintas no campo visual, flashes, alteração no tamanho e na forma da pupila.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu
Marcar consulta
Precisa de ajuda?
Olá! Precisa de ajuda?