Cirurgias oftalmológicas

Cirurgia de catarata
A catarata é uma doença caracterizada pela perda de transparência do cristalino, lente natural localizada atrás da íris. Até a chegada da cegueira, o problema manifesta os sintomas de sensação de visão embaçada, alteração contínua dos óculos de grau, sensibilidade à luz e percepção de cores desbotadas. A cegueira de catarata, no entanto, pode ser tratada com cirurgia, em que o cristalino opaco é removido e substituído por uma lente intraocular.

Possibilidades na cirurgia de catarata:
Implante de lente intraocular multifocal;
Implante de lente intraocular tórica para correção do astigmatismo;
Utilização de laser de femtossegundo (LensX).

 

Cirurgia de ceratocone
O ceratocone é uma doença ocular manifestada pela alteração da espessura, curvatura ou resistência da córnea, o que gera uma irregularidade na visão do indivíduo. Além do transplante de córnea, há opções de tratamentos minimamente invasivos para o ceratocone, como o crosslinking e o implante de anel intraestromal.

Modalidades da cirurgia de ceratocone:
Crosslinking;
Implante de anel intraestromal (Ferrara);
Transplante de córnea.

 

Cirurgia de estrabismo
O desalinhamento dos olhos é chamado de estrabismo, popularmente conhecido como “olho vesgo”. Quando não tratado por tampão ocular, óculos corretivos ou exercícios ortópticos, pode ser realizada uma cirurgia de reposicionamento dos olhos. O procedimento consiste no alongamento ou encurtamento dos músculos extraoculares, estruturas que fixam a posição dos olhos.

 

Cirurgia com laser YAG
Por meio de uma energia luminosa, o laser YAG promove o corte necessário a determinados procedimentos oftalmológicos, como a abertura da cápsula posterior quando esta está comprometida pela opacidade capsular.

O YAG laser pode ser utilizado nos seguintes tratamentos:
Cápsula posterior (para “limpar a lente da cirurgia de catarata”);
Glaucoma.

 

Cirurgia com laser de argônio:
O laser de argônio emite uma energia luminosa capaz de realizar fotocoagulação, procedimento necessário no tratamento de doenças retinianas que afetam os vasos sanguíneos dos olhos.

Cirurgia com laser de argônio pode ser utilizada nos seguintes tratamentos:
Epilação;
Glaucoma;
Retina.

 

Cirurgia refrativa
A cirurgia refrativa é a operação que manipula a córnea para corrigir diversos defeitos da visão. A operação é personalizada e pode ser feita também com o laser de femtosegundo, o que promove maior eficiência.

Cirurgia refrativa pode ser utilizada nos seguintes tratamentos:
Astigmatismo;
Hipermetropia;
Miopia;
Presbiopia.

 

Cirurgia de retina
A cirurgia de retina pode ser utilizada no tratamento de doenças como o descolamento de retina, membranas epirretinianas, buraco macular e hemorragia do vítreo. No procedimento, o vítreo do segmento posterior do olho é removido e substituído por outra substância.

 

Cirurgia da superfície ocular
Desordens da superfície ocular que causam baixa acuidade visual podem ser tratadas pela cirurgia. Em uma operação de pterígio, por exemplo, a “carne” é removida e a área afetada é suturada pela membrana amniótica ou conjuntiva do próprio olho.

Cirurgia da superfície ocular pode ser utilizada nos seguintes tratamentos:
Pterígio;
Tumores corneoconjuntivais.

 

Transplante de córnea
O transplante de córnea é o procedimento de substituição de uma córnea doente pela sadia de um doador. Por meio de um microscópio cirúrgico, o oftalmologista mede a área exata para o transplante da córnea. A córnea doente, então, é cuidadosamente retirada por uma incisão circular. Finalmente, a córnea saudável é colocada no local e fixada por meio de suturas. Sob anestesia local e sedação, a operação é indolor e não requer internação hospitalar.

Atualmente, o transplante de córnea também pode ser realizado com o auxílio do laser, o que permite cortes mais precisos para casos em que apenas uma parte da córnea é transplantada (exemplo: transplante da parte anterior no ceratocone).

 

Oculoplástica
A oculoplástica é a subespecialidade da oftalmologia apta a tratar as pálpebras, órbitas e vias lacrimais. A partir dessa área, são realizados os procedimentos de blefaroplastia e aplicações de toxina botulínica e preenchimento.

Modalidades da oculoplástica:
Cirúrgica;
Toxina botulínica.

    Menu
    Marcar consulta
    Precisa de ajuda?
    Olá! Precisa de ajuda?